quinta-feira, 29 de abril de 2010

Este fim de semana preciso disto...

Que saudade tenho deste sitio, deste local á beira mar, deste som a rebentar das ondas quando acordo, de respirar o ar da praia quando de manhã chego à varanda deste refujio fantástico, á noite olhar as pequenas luzes de embarcações que se avistam ao longo do mar, do ventinho a "acordar" a vida...Buarcos!!!
Bem, não vou lá desde a passagem de ano, já tanta coisa conteceu, momentos maus: depressão, angustia, tristesa, e momentos bons: FÉstival 2010, Doa mundial da Juventude 2010, festa da Vida do 8º ano, Festa do 7º ano...


Este fim de semana sei que deixo algumas coisas importantes para trás... a missa de Benção da minha querida amiga Marta, Fátima Jovem 2010 e os meus queridos amigos da equipa de animação...desde já peço desculpa a todos...mas para bem da minha sanidade mental tenho que ir este fim de semana a este pequeno lugar ao sol posto, descansar, ler, olhar simplesmente para o mar na minha querida varanda, deambular pelo paredão, junto ao mar, pela figueira...sei lá...relaxar.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Para vós ... sorrir

"Como é que consegue estar sempre sorrindo, o que faz para estar sempre tão contente?", perguntaram não há muito tempo a uma mulher famosa e bastante sensata.
E ela explicou que também tinha, como todo a gente, os seus momentos de tristeza, de cansaço, de inquietude, de mal-estar.
"Mas conheço o remédio para esses momentos: sair de mim mesma, interessar-me pelos demais, compreender que aqueles que nos rodeiam têm o direito de nos ver alegres. Penso que quando sorrio e me mostro alegre passo felicidade aos demais. E, ao passar essa felicidade, acontece como que um reflexo, que traz mais felicidade para dentro de mim também".


O coração dói, o nervosismo e ansiedade apoderaram-se de mim neste últimos meses, a vontade de ficar na cama quando acordava de manhã era tão intensa que tive que fazer um esforço sobrenatural para cumprir os meus deveres, as lágrimas caiam todos os dias e não as conseguia secar, o coração estava apertadinho, senti-me mesmo cansada e no meu limite...tudo era feito sem vontade, tudo era feito por obrigação.


Mas quando assim é, nada corre bem, nem o trabalho, nem a escola, afastei-me dos que me amam, dos amigos, só queria estar em casa.

Rezei, falei com Ele, e ontem fui ao ginásio e ri-me imenso, até ao ginásio tinha deixado de ir, só queria dormir e esquecer...cheguei a casa e uma amiga perguntou-me: “Como correu o ginásio?”
Respondi: “Cansada, já ñ estava abituada, mas fartei-me de rir e fez-me bem...”

Fiquei a pensar nisso...não é nada que não saiba, incompreensível e precisar de ser um génio para perceber o quanto nos faz bem simplesmente sorrir...

Mas quando nos encontramos na escuridão estas simples coisas parecem-nos descobertas novas e milagrosas.

Por isso hoje quis deixar aqui estas palavras...para dizer aos meus amigos que ñ me esqueci de vós, não deixei de vos amar e querer estar convosco, como devem ter pensado em alguns eventos e acontecimentos recentes...não, apenas não me apetecia sorrir, achava que ñ conseguia.

O Coração continua apertado e dorido, mas há sempre um sorriso que nos contagia. Quero sorrir para vós e convosco… mas também chorar se assim for preciso, ñ de mim mas de vós se assim for preciso, porque não tenho sido amiga, tenho apenas pensado em mim…




Ainda que haja noite no coração, vale a pena sorrir para que haja estrelas na escuridão.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Faça-se silêncio...

"Tudo é possível a quem crê."

Esta frase acompanhou-nos esta quaresma...e hoje, sexta feira Santa, olhei para Ti na cruz e pensei...quanto dez-TE, quanto sofres-TE, quanto acreditas-TE, quanto amas-TE...


Seremos nós merecedores de tanto amor e entrega?

Quero acreditar que sim...eu amo-TE muito, TU sabes amigo!

"Meu meigo Jesus!
Por isso sou eu que Te peço,

abre-me hoje o coração para abraçar também a secura amarga que suportaste,

só pelo misterioso Amor que tens por mim!"