quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Bom Ano ...

E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia, disse a raposa.
- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? perguntou o principezinho.
   Tu és bem bonita.
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o princípe, estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa.
  Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa, disse o principezinho.
Após uma reflexão, acrescentou:
- O que quer dizer cativar ?
- Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?
- Procuro amigos, disse. Que quer dizer cativar?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa.
   Significa criar laços...
- Criar laços?
- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo...
Mas a raposa voltou a sua idéia:
- Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música.
E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento do trigo...
A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe:

- Por favor, cativa-me! disse ela.
- Bem quisera, disse o principe, mas eu não tenho tempo. Tenho amigos a descobrir e mundos a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não tem tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres uma amiga, cativa-me! Os homens esqueceram a verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer.




Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas"
Trecho de "O Principezinho"

Mais um ano está a chegar, e em todos esperamos mudanças , alegrias, sorte, novas oportunidades, novas esperanças, novas pessoas, esperamos e pedimos que seja um ano melhor...bem, eu espero que seja.
Não quero esquecer tudo o que se passou, não quero dizer que foi um ano mau, porque tudo faz parte da minha vida, da minha existência, da minha aprendizagem e experiência...tudo me faz crescer! Nada volta atrás, mas tudo será resolvido para a frente…
Posso tomar decisões erradas e outras certas, posso achar que desperdiço tempo e noutros instantes mágicos tudo vale a pena. Foi assim este ano, cheio de altos e baixos, de conquistas e perdas, de medo e desafios, de tristezas e alegrias, de momentos maus e momentos mágicos...
Somos responsáveis pelo que cativamos, por quem cativamos e por cativar...que seja um ano em catives e saibas cativar...




Bom ano para todos,
não apenas boas entradas,
mas mesmo uns bons 365 dias,
desenhemos o nosso próprio caminho...







segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Medo de arriscar ...


"As nossas dúvidas são traidoras
e fazem-nos perder o que, com frequência,
poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar."

Tenho medo de arriscar, tenho receio da mudança, os meus hábitos toranaram-se os meus alicerces,a minha rotina a minha segurança, a minha segurança a minha casa, os meus pequenos e grandes prazeres limitaram-se, mas com uma sede enorme de se expandirem...quero mais...
Limito-me ao que conheço, ao que me transmite calma, quietude, simplicidade, e sobretudo segurança, porque acredito fazerem parte dos meus sonhos, o ser feliz onde sempre estive, de onde sempre me conheci e com quem sempre conheci, a minha família e a minha terra são muito importantes, porque me transmitem segurança... sempre a segurança, associada ao medo de mudar.

Consigo arriscar tudo e desafiar-me a estar presente a ajudar em tudo o que for no raio do meu distrito, fora isso é como se me tirassem o chão, como se me atirassem no precipício, como se me tirassem o ar...como se me tirassem o ar, e fico com medo...

Ridículo? sim, talvez, não sei... mas não gosto desta sensação, deste limitar-me...não posso continuar assim!

Porque esta segurança, estes hábitos, estes "sonhos" podem ser a minha desgraça, o que me impecilha a vida, o horror do qual não me consigo livrar...

... eu tento e Ele sabe que tento, muitas vezes chego a achar que consegui, que ultrapassei e serei capaz de ir até ao fim do mundo...e depois, depois...falta-me o ar...desanimo, recuo, sinto medo...

Este meu medo mete confusão a muita gente, eu sei, mas acreditem que para mim é mais difícil que para qualquer um que se poderá "irritar".

Perco tempo, perco oportunidades, perco pessoas, perco vida...


PAROU, NÃO QUERO PERDER MAIS, não consigo perder mais...

.... Dê toda sua energia à alegria, e o medo irá desaparecer. Ignore o medo, não dê qualquer atenção a ele, porque quanto mais atenção você der ao medo, mais tempo ele irá prolongar-se. Jogue-se na direção de onde a alegria está surgindo, e o medo irá desaparecer assim como a escuridão desaparece quando você acende a luz.

Relaxe, entregue-se à existência e permita à alegria lhe dominar. Deixe-a tornar-se suas asas, para que você possa alcançar as estrelas. Um coração jubiloso está muito próximo das estrelas.

Você pode tentar controlá-los, porque o controle foi ensinado a você, seu corpo, porém, quer se juntar à dança. Sempre quando você tiver uma oportunidade de rir, ria; sempre quando você tiver uma oportunidade de dançar, dance; sempre quando você tiver uma oportunidade de cantar, cante - e um dia você descobrirá que você criou seu paraíso.


Manias...

Venho aceitar um desafio da Cathy, uma amiga bloguista (como carinhosamente lhe chamaria a Maria). Este consiste em enumerar 5 manias minhas...ora tarefa que considero um pouco difícil. Como estava um pouco na dúvida se manias seriam coisas más, lol, acabei por ir ver ao dicionário, lol, eu sou assim.


Mania: hábito estranho, ridículo/ Gosto levado ao extremo, caracterizado por exaltação do temperamento e desencadeamento de impulsos instintivos e afectivos.

Ok, fiquei ainda mais preocupada com quais seriam as minhas manias....mas aqui vão então 5 bem minhas...

- Mania de Interromper: pois, é algo que tento controlar cada vez mais, mas tenho uma tendência enorme de interromper alguém quando esta está a falar, lol. Isso é uma enorme falta de respeito, eu sei.

- Mania de ler: este será mesmo um gosto levado ao extremo, lol. Adoro ler, "devoro livros", talvez seja uma necessidade de me refugiar na "fantasia" das histórias, das personagens...mas também adoro livros que me façam pensar, parar a cada frase e saborear o que acabei de ler, há alguns livros que têm a capacidade de nos fazer isto.

- Agromania: esta até tem nome, tendência a solidão, não é que me considere muito solitária nem anti-social, mas por vezes tenho imensa tendência em "ficar no meu canto", é mais fácil do que tentar estar com alguém. Será que me faço entender? Bem, eu entendo, mas não quer dizer que goste, lol.

- Medo de me desafiar e mudar: pode não ser bem uma mania, será antes uma limitação enorme, medo da mudança, medo de me desafiar e aceitar desafios...medo do novo, de arriscar de me mudar de localidade.

- Mania de estar sempre a mexer: noto que testou sempre a mexer algo ou em algo, quando estou sentada ou deitada, costumo estar a abanar uma perna ou um pé, quando falo directamente com alguém tenho a mania de mexer ou no cabelo ou nas mãos dessa pessoa, lol. Estranho

Bem, quem me conhecer pessoalmente, poderá conferir ou mesmo desmentir estas manias, mas acho que serão todas conferidas, lol.
Passo o convite à Cecília, Cátia Gonçalves, Maria (amiga do blog, lol), Patrícia e talvez a duas pessoas que não se vão dar ao trabalho de responder, ou talvez até vão, haver vamos: Diogo Ratola e Jorge Valente...

Cada bloguista participante tem de enunciar 5 manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher 5 outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogues aviso do "recrutamento". Cada participante deve reproduzir este "regulamento" no seu blogue.

domingo, 27 de dezembro de 2009

Nos teus braços ...

Nos teus braços o meu sonhar



Nos teus braços eu sonho.
E procuro esquecer até momentos
Que por falhas e até ironias
Eu provoquei ao tentar fazer melhorias.


Nos teus braços
Me deixei levar,
Pela magia do teu olhar esqueci problemas
E, me lembro de teu amor apenas.


Nas formas especiais de nós dois.
Nos guiamos até pelos nossos silêncios.
Em fantasias até no pensar.
Na nossa capacidade de se amar.


Para ter seu amor fiz loucuras
Andei vagando muito tempo sozinho por ruas escuras
Mas seu amor chegou para me resgatar da escuridão,
E acender de novo o meu coração.


Nossos encontros são verdades,
Que se transformam em alegrias, nos lugares
Em harmonias
O amor que vem, sem premissas e sem mentiras.


Faz a alma delirar.
E nossos corações ainda mais se amar.


Mas o que mais amo em você
É o fato de que quando estou em seus braços,
Eu esqueço o mundo, esqueço meus passos,
E o que resta é apenas a junção de todos os pedaços do meu coração,





quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

A magia do Natal ...

Eu gosto muito de ler, quem me conhece sabe! Existe um librinho que todos os anos leio nesta altura, é da editora paulinas e chama-se "A magia do Natal", entre várias páginas existem imagens que nos fazem sonhar e pequenas frases que nos guia para o verdadeiro sentido do Natal, assim de uma forma muito simples, verdadeira e profunda, que acaba por trazer paz, serenidade, humildade, amor e o verdadeiro sentido do Natal...o aniversário d'Ele, para que nunca nos esqueçamos da Sua presença.

Algumas das frases que me ajudam a viver o Natal, e este em especial:

- Nesta estação das luzes, sente o brilho que emana de todas as coisas. E depois deixa que este esplendor te aponte para a luz íntima do Natal que habita no teu próprio coração;

- Saboreia a expectativa deste tempo, e a deliciosa tensão que envolve o Natal. Vive inteiramente o momento presente, vibrando com a simbologia de cada palavra, sentimento ou situação;

- O natal é Deus que abraça a Vida humana, com todas as suas limitações erros e lutas;

- Se este período natalício não for como em anos passados, lembra-te que, para Deus, todas as alegrias e maravilhas do passado estão presentes também neste momento. Pois a felicidade uma vez experimentada, é tua para sempre.

- O Natal é a afirmação de Deus sobre a bondade do ser humano, Honra o carácter sagrado da tua própria humanidade, vivendo a vida profunda e apixonadamente;

- Acredita no significado do Natal: o amor divino que abraça o mundo, o anseio pelo infinito, a vida repleta de mistério. E guarda este ensinamento para sempre na tua Alma 


E assim tenho vivido este Natal e hoje vou continuar a vive-lo com este acreditar em Deus menino que está entre nós sempre e para sempre, a aparar-nos e a alegrar-nos sempre.



FELIZ NATAL PARA TODOS !!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Para os mais distraidos...

A noite mágica está mesmo á porta...mas para os mais esquecidos aqui deixo uma breve história, de uma forma bem simples, sobre o motivo que nos leva a festejar esta época com tanta eufiria, magia, alegria, fé, esperança e amor...

É sempre bom relembrar...

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Esquecer-te...



" Um dia disseste-me;


não me deixes...

lembras-te?

faz tempo...

não esqueço...


a cada tentativa de esquecer-te

é como se ouvisse tua voz dizer...


não me deixes...


hoje preciso tirar-te do meu pensamento,

arrancar-te do meu coração...



mas ouço-te dizer,

não me deixes...


e ainda sinto teu perfume

a inebriar-me a alma...


ainda guardo o gosto

dos teus beijos...


ainda sinto o teu corpo

junto ao meu...


ainda ouço tua voz

falar de amor...


como conseguirei esquecer-te

se te trago no coração...


ensina-me a viver sem ti

ainda te amo..."



A cada dia que passa, a cada semana, a cada mês...eu tento avançar, reviver, aprender e esquecer, a cada dois passos que dou para a frente, sinto que dou um para trás quando penso em ti, em nós...tento mas é dificil esquecer, deixar de sentir.
Não sei se vou conseguir, não sei o que vem, só sei que quero viver e dar mais e mais passos para a frente, mas sei que vou dar sempre algum para trás e lá estarás tu no meu coração. Mas sabes? Acho que não é mau, porque te amo apesar de tudo e o amor é um sentimento bom, mesmo que traga dor, amar é sentir...

Tento não escrever sobre "isto", mas por vezes dou o tal passo a trás e caio na dor e recordação...

Mas vamos ser felizes, cada um para seu lado, mas vamos ser felizes, vais ver...

Pronto, só porque nos precisamos de rir de vez enquando... lol

Isto não tem qualquer espirito natalício ... lol
Mas hoje nem acordei muito bem diposta, assim mesmo tipo "pés fora da cama" e sentia-me triste e aborrecida...encontrei isto e parti-me a rir:

Frase 1
Lisboa: Não tenho a certeza se vai ser possível fazer isso!
Porto: NÃO FAÇO ISSO NEM QUE TU TE FODAS!
Frase 2
Lisboa: É incrível! Diria mesmo impressionante!
Porto: PUTA QUE PARIU! AI, PUTA QUE PARIU!
Frase 3
Lisboa: Claro que isso não me preocupa!
Porto: TOU A CAGAR E A ANDAR!
Frase 4
Lisboa: eu não estava envolvido nesse projecto!
Porto: MAS QUE CARALHO TENHO EU HAVER COM ESSA MERDA?
Frase 5
Lisboa: Interessante, hein?
Porto: FOODAAA-SE!!! ESPETÁCULO!
Frase 6
Lisboa: Será dificil concretizar essa tarefa no tempo estipulado!
Porto: NÃO VAI DAR PARA FAZER NEM QUE ME FODA TODO!
Frase 7
Lisboa: precisamos melhorar a comunicação interna desta empresa!
Porto: PUTA DE MERDA! NÃO HÁ NENHUM CARALHO QUE ME RESPONDA?!
Frase 8
Lisboa: Desejava que eu ficasse até um pouco mais tarde?!
Porto: E NO CU? NÃO QUERES LEVAR NO CU TAMBÉM?
Frase 9
Lisboa: Parece-me que o senhor não está familiarizado com o problema!
Porto: CALA-TE, CARALHO!
Frase 10
Lisboa: Então, Desculpe!
Porto: VAI PÁ PUTA QUE PARIU!
Frase 11
Lisboa: Então, Desculpe Senhor!
Porto: VAI PÁ PUTA QUE PARIU, SEU PANELEIRO!
Frase 12
Lisboa: Acho que não posso ajudar!
Porto: DODE-TE PRAÍ SOZINHO!
Frase 13
Lisboa: Adoro estes desafios!
Porto: PUTA DE TRABALHINHO DE CORNO!
Frase 14
Lisboa: Finalmente reconheceram a tua competência!
Porto: FOSTE AO CU A QUEM?
Frase 15
Lisboa: Atenção que é necessário formação para o pessoal, antes de ligarem a máquina
Porto:ATENÇÃO, QUEM MECHER NESTA MERDA LEVA NOS CORNOS!
Frase 16
Lisboa: Eles não ficaram satisfeitos com o resultado do trabalho!
Porto: ELES SÃO É UM BANDO DE FILHOS DA PUTA!
Frase 17
Lisboa: Por favor, refaça esse trabalho!
Porto: ENFIA ISSO NO CU, ESTÁ UMA BELA MERDA!
Frase 18
Lisboa: Este problema serviu para ver que precisamos de reforçar o nosso programa de formação!
Porto: SE SEI QUEM FOI O FILHO DA PUTA QUE FEZ ISTO...
Frase 19
Lisboa: Que pena. Assim teremos outra vez uma não confomidade!
Porto: CARALHO, VAI SAIR CAGADA OUTRA VEZ!
Frase 20
Lisboa: Temos que negociar o projecto com mais determinação!
Porto: VOU ENFIAR ISTO PELA GOELA ABAIXO DESSES FILHOS DA PUTA!
Frase 21
Lisboa: Desculpe, eu poderia ter avisado, já era previsível!
Porto: EU JÁ SABIA QUE ISTO IA DAR MERDA!
Frase 22
Lisboa: Os índices de produtividade da empresa estão a apresentar uma queda sensível!
Porto: ESTA MERDA ESTÁ A IR PRÓ CARALHO!
Frase 23
Lisboa: Parece, esntão, que este projecto não vai gerar o retorno previsto!
Porto: AGORA FODEU-SE! PRONTO, TÁ TUDO FODIDO!

A linguagem não é nada correcta, mas nem sempre tem que ser não é? Por vezes apetece-nos disparatar.
E como estudei no Porto e quem me conhece sabe que adoro a cidade e as pessoas, achei fantástico, lol.
Agora deixem-se de falsas moralidades e digam-me, quem trabalha no norte, é ou não assim?! lol

RIAM-SE UM BOCADO

Pronto, eu prometo que escrevo outra coisa mais adequada ainda hoje...mas ,a adoro ser do Norte carago!!!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Segue o teu caminho...

AMOR ... foi a palavra de ordem na noite de ontem.

Um centro repleto de sorrisos, cantorias, alegria, olhos brilhantes de emoção, vozes cheias de entusiasmo, corações repletos de Deus... foi assim a noite, em jeito fotográfico...







O Itenerário Espiritual estava completo: C-Radical, Nascer de Novo, Convívios Fraternos, Faz-te ao Largo...
juntamente com toda uma equipa de animação em cima do palco e continuando por todo o salão com novos membros e membros que já andaram por todos aqueles itenerários...foi dar e receber em simultâneo, e ao longo da noite os sorrisos aumentavam, a emoção tomava mais conta de nós e os nossos corações enchiam-se de amor e mais amor, porque sem Ele nada tem sentido, nada se faz, não se consegue andar, não nos conseguimos erguer quando caimos, não conseguimos voar quando o chão nos falha, não conseguimos ter esperança quando tudo nos parece perdido, não conseguimos ver a luz quando tudo nos parece apenas escuro e sem razão ... a noite foi nossa graças a Ele.

Obrigada a todos os que estiveram presentes e aqueceram o meu coração, valeu a pena, valeu muito mesmo!!!

Segue o teu caminho...

domingo, 20 de dezembro de 2009

IEJ encerramento hoje em Recardães, paróquia de Águeda

Estes dias têm sido uma correria, de ideias, de trabalho, de sorrisos, de nervosismo, de apoio, de ver trabalhar e de trabalhar!!!
Mas tem sido uma correria na alegria, com Ele sempre ao nosso lado e no nosso coração e por este Deus tudo vale a pena, tudo mesmo...

Pois é, mais um IEJ está a decorrer ou mesmo a correr deste quinta com os Convívios Fraternos, Nascer de Novo desde Sexta, alguns fizeram-se ao Largo desde ontem e hoje o C-Radical arrancou em Rocas..... e com muita alegria, entrega, procura, encontro, desabafos ... quem nem o enorme frio que se faz sentir os para, porque o que o amor de Deus o vai aquecendo...

O encerramento decorre Hoje (domingo 20) 
 Centro Social e paroquial de Recardães
 20h

Bora lá malta...O rumo hoje é Recardães para dar alegria, dar abraços, cantar, e mostrar a todos os participantes deste itenerário que nunca estiveram sozinhos, além de Deus nós estivemos com eles !!!




quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O instante mágico

"Deus dá-nos todos os dias - junto com o sol- um momento em que é possível mudar tudo o que nos deixa infelizes.




Todos os dias procuramos fingir que não nos apercebemos desse momento, que ele não existe, que hoje é igual a ontem e será igual ao amanhã. Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico. Ele pode estar escondido na altura em que enfiamos a chave na porta, pela manhã, no instante do silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Mas esse momento existe - um momento onde toda a força das estrelas passa por nós, e que nos permite fazer milagres."



Paulo Coelho

("Nas margens do Rio Piedra...")
 

 

A tentar encontrar esse momento nos meus dias, nos meus momentos...por vezes parece impossível, mas se olhar bem, acho que o encontro todos os dias em alguns momentos bem escondidos, e começo a vê-los cada vez com mais clareza ao longo dos dias, semanas ... espero não o perder já mais... todos precisamos de agarrar bem estes momentos, e ter Fé e Esperança que eles estão sempre lá, é só abrir o nosso coração e recebe-los...


Estejamos atentos, sempre com os nossos sentidos apurados e o nosso coração aberto...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O que farias por amor ?



Ontem pensei neste tema...aliás acho que penso neste tema todos os dias, não como tema mas como sentimento que me "intriga", palavra parva para descrever o amor não? Mas nos últimos anos, nos últimos meses, nas ultimas semanas...este sentimento não se tem revelado fácil de compreender, de sentir, sinto que preciso de AMOR, puro, verdadeiro, daquele que nos deixa na plenitude... e pergunto-me: o que faria por amor, o que já fiz por amor?!


Já fiz muito por amor ... mas continuo a perguntar-me, o que faria por amor!

E tu, até onde vais por amor?

domingo, 6 de dezembro de 2009

Porque hoje vou estar assim...

Um blog é para escrevermos, para deixar-mos os nosso pensamentos em palavras escritas e deixadas fluir por nós mesmos...
... e quando não conseguimos escrever aquilo que realmente queremos? Pois, eu sei que está errado, mas por vezes fazemos uma busca na net exactamente com "aquela palavra" que está na nossa cabeça e abrange todos os nossos pensamentos, e depois aparece isto mais ou menos isto:


Sinto a alma quebrar-se em pedaços que me rebentam nas têmporas.

Sinto-me encardida de amor e náusea.

Descubro-te. Desnudo-te. Receio-te.
          Sinto a alma quebrar-se em pedaços que me rebentam nas têmporas.

Sinto-me encardida de amor e náusea.


Descubro-te. Desnudo-te. Receio-te.


Tenho a mente corrompida de tantos gritos e silêncios inesperados.

Não poderei chamar-lhe tristeza. Quiçá uma amarga melancolia. Quiçá uma solidão que se alojou profundo na alma.


Quando a solidão se torna a nossa única esperança de sobrevivência, descobres a tua face no espelho.


E o reflexo nunca é o que esperavas.


Nada na vida é linear.
Os abandonos vivem-nos para sempre gelados nos dedos...

Conheces a traição? A traição da pele. Quando se despe um casaco de amor e se veste uma pele de insinuações e abusos?

Conheces a minha alma?

Tenho as pernas atravessadas de espinhos. Tenho o sangue comido do veneno dos que amei. Tenho o rosto violado das lágrimas, do desespero e da loucura.


Conheces o outro lado do amor?


Vou-te sussurrar um segredo... Queres? A minha poesia é toda ela sentida, é toda ela verdadeira, é toda ela amargura de viver... Sussurro-te... e tu não ouves.


A música desce-me pelos ombros e aquece-me. É fogueira de sentires.

Guardas o meu segredo? Conheces-me e amas-me assim?

Sabes o que é afogar uma criança no mar? Eu afoguei a minha criança no mar, cega de desespero e dor. Eu deixei-a a boiar sozinha nas águas salgadas e revoltas.


Porquê? Porque não podia ser criança.

Mas não contes... não digas a ninguém... Eu ainda tenho medo do exterior.


Eu vivi em mim demasiado tempo para agora sair sem sentir tonturas e me precipitar nos teus braços.


Guardas o meu segredo?


Eu voltei ao mar onde me deixei, mas o meu corpo já não estava lá.


Gritei por mim mas ninguém respondeu.


Gritei por mim e engoli as lágrimas...


Sabes o que é escrever pedaços de ti em papel, arrancá-los de coração?
Sabes o que é chorar sílabas para a brancura imaculada da criação?
Conheces a faca que te rasga o pescoço? Conheces a mãozinha inocente que a segura?
Conheces a traição do amor? Conheces a traição?


Conheces o amor?


Conheces a faca?


Eu afoguei-me...
Eu afoguei-me em palavras e poesia.

Eu perdi-me... mas ainda assim ganhei-me outra vez pela palavra, pelo segredo...

Vamos fingir que é tudo mentira, agora.

Vamos fingir que a minha vida é poema.

Vamos atirar conchas ao mar.

Vamos fugir daqui para sempre.

Vamos recriar-nos em nós...


Guardas o meu segredo?


Morri a tentar afogar-me no mar.
Onde vivo agora, não sei.
Onde moro dentro da minh'alma?

Existem tristezas tão profundas que se recusam a sair cá para fora.
Vivem em nós para sempre. Abraçadas ao nosso coração.


Vamos morrer no mar...

Amanhã renascemos abraçados, nus, perdidos, (in)felizes?





Não é para ti, nem para ti, nem para ti, para ninguém ...
É para mim, para tentar desvendar segredos, medos, esperanças, vida, amor...tantos e tantos sentimentos, gestos e acções...



Porque hoje vou estar assim... em casa...apenas porque chove lá fora e me apetece estar na "ronha".

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Chante, C'est Noel ...



Costuma-se associar este primeiro de Dezembro a um início oficial de Natal...aquele dia que começamos a iluminar as nossas casas com luzes de diferentes cores e feitios; decorar os muitos cantos e recantos do nosso lar com bolas, bonecos, anjinhos, fitas e muita cor; a construir a tão tradicional árvore de Natal com as figuras e enfeites de anos de história, que nos vai iluminar a casa e os corações durante todos estes dias até ao grande dia; e o Presépio, o marco principal, a "decoração" principal, que em tantas casas é esquecido infelizmente.
Mas o que é o Natal sem presépio? O que significa apenas as iluminações, a árvore... se não existir o lugar cativo do presépio, onde simbolizamos aquele momento tão importante de há muitos e muitos anos já tão esperado e que perpétua nos nossos tempos e corações?!

O dia do nascimento do Menino, daquele ser tão esperado nos nossos corações. Aquele que vem dar a verdadeira cor, sentido e luz a esta época festiva.

Hoje acordei tarde, graças a um filme que deu ontem na TVI e claro está acabou tarde e a más horas, e já ouvia os meus pais de volta do telhado e das iluminações exteriores, eu sabia que hoje seria a abertura oficial do Natal cá em casa. O meu pai, que não teve uma infância fácil, vibra com esta época como as crianças, e não vibraremos todos? Por vezes os problemas de uma cabeça mais adulta, faz-nos esquecer da magia desta época e da criança que há em nós que tanto anseia esta época.

Por isso era certo e sabido que há hora do cafézinho, depois do almoço, lá se juntavam os quatro membros da família junto do presépio já um bocado construído e improvisado a ouvir a canção de Natal escolhida faz já 6 anos, para a tal abertura oficial desta época cá em casa.

Tem uma razão esta música, faz seis anos que uma grande prenda de natal abrangeu os quatro...uma semana em Paris e na Disneyland...e esta música é a música oficial do Natal da Disneyland...traz-nos sempre muita recordações das nossas crianças interiores que passaram uns dias fantásticos naquele mundo de sonho e fantasia no auge do Natal.



quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Já chegou ... FINALMENTE!

Pronto eu tinha que falar disto ... há quem goste, quem não tenha opinião, quem ache completamente estúpido, banal, anormal...eu ADORO!!

Vi o primeiro...três vezes, lol.

Li os quatro livros...aliás devorei-os num instante...

Agora o filme tão esperado...vá, por mim...



Ainda não fui ver...mas estará para breve com toda a certeza, e quem sabe mais que uma vez...lol

Enfim...pensem o que quiserem, mas estou anciosa e com um sorriso parvo na cara só de pensar, e nada me impedirá, lol.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Fim de semana BOM...

Este fim de semana teve vários cheiros, sensações, companhias, cores e momentos bons...



Foi preenchido por uma ida ao teatro, café com alguns amigos que aproveitam todos os momentos para me dar nas "orelhas", lol; conhecer um sítio novo onde me apetece passar mais tempo entre ajuda e partilha de bons e maus momentos se assim for necessário e trabalhinho; trabalho duro também houve e debaixo de muita chuvinha; e mais um almoço de primos que tanto prazer nos dá e agora com um sabor especial porque há um bebé lindo e maravilhoso, o priminho Francisco.



Pois é, desta vez não me posso queixar, tive um fim de semana um pouco cansativo, mas muito divertido.



Na sexta a ida ao teatro era o programa, seguido de um tarefa qualquer no secretariado da qual não fazia ideia do motivo, mas aceitei. Bem o trabalhinho foi parcialmente feito, mas a ida ao teatro foi frustrada, porque há pessoas que não têm relógio, lol. Mas nada acontece por acaso e assim tivemos tempo para uma conversa onde o tema era "dar-me nas orelhas", enfim...obrigada!!!



Sábado há que levantar cedito para cortar uma valente de uma árvore, tadita, mas pronto parece que estava a incomodar o vizinho e já me estava quase a entrar no quarto, há que ajudar a por o mamarracho no chão debaixo de chuva....tarefa cumprida perto da hora de almoço...




Ao fim da tarde o bilhete para ir ao teatro continuava na carteira e há que pegar na mana e no cunhadito e bora lá...desta vez entrámos e divertimo-nos imenso, estava muito fixe amigo actor...parabéns. Como tu mesmo disses-te na sexta: o tua primeira peça como actor. É bom partilhar estes momentos de vitórias com pessoas especiais.

No fim tinha que vir a bela da tripa de chocolate que ainda me andava ás voltas no estômago no domingo de manhã, maldita. Mas ainda no sábado a horas a que ninguém anda no Forum Aveiro, porque não três bananas terem a ideia de ir ver as iluminações de natal e a casa do Pai Natal? E pronto abriu oficialmente, para nós, a época natalícia...cheirava a Natal e apeteceu-nos iniciar assim o nosso espirito natalício, lol. Pronto até andámos a tirar assim umas fotos ridículas, como foi com telé, as ditas não estão aqui porque a naba não as sabe passar para o pc, lol



Domingo, missinha de manhãzinha seguida da preparação do almocinho para rumar á vagueira para o almocinho de primos, seguido de uma tardada de filmes e um passa de colo em colo com o menino francisquinho lindo de 3 mesinhos.



Fim do fim de semana lol, cansada mas feliz....mas...



.... eu tenho sempre um mas, mas não é por mal...é que tenho teste na quarta e não estudei nadinha e agora nem sei para onde me virar com química para estudar e uma catequese para preparar...lol, tudo para o mesmo dia.



Mas tu se resolve quando é feito com vontade...

Obrigada aos intervenientes que fizeram este fim de semana especial...venham mais...estou aqui para aceitar.

Eu sei que vocês querem-me fazer "voar", mas não me atirem do precipício de repente, lol.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

"Cátia...segue os teus sonhos..."

Ultimamente ouso muito a frase: " segue os teus sonhos...desafia-te...", nos últimos tempos, poderei falar de meses e até mesmo de anos, não têm sido fáceis, têm sido de indecisões, medos, incompreensões, "prisões na minha cabeça", amarras no meu coração... e eu não quero cair mais, não quero definhar mais...quero vencer, desafiar-me, perder os meus medos, sonhar e viver esses sonhos, concretizar, atrever-me, VIVER, AMAR...


Sim..."segue os teus sonhos" tem-me sido muitas vezes dito por amigos, familiares...mas hoje pela primeira vez foi-me dito e repetido por um adolescente do 7º ano, um miúdo de 12 anos, que me tem surpreendido pela sua maturidade, associada a uma alegria de viver, e responsabilidade.


Este grupo do 7º ano está realmente a surpreender-me, e o Quenedi em especial. Desde a semana passada que o tema era "Quem sou eu?", até para mim é difícil este tema, e pensei... que faço agora? Como abordar este tema com eles? Como  ajudá-los a conhecerem-se se eu tenho tanta dificuldade em conhecer-me a mim?


A semana passada não foi fácil, abordá-los assim a frio com perguntas : que te faz feliz? quais os teus valores? quais as tuas qualidades? quais os teus sonhos? Revelaram respostas muito vagas... não era de maneira nenhuma a abordagem correcta.


Por isso pensei e resolvi fazer uma coisa diferente...entreguei uma venda a cada um deles, ficaram admirados, mas a medo e curiosidade lá se vendaram, diziam que viam tudo, lol...ai é? Então acendo umas velas pela sala e apago a luz...já não se viam... era isso mesmo que eu queria. Eles sabiam quem estava na sala, os mesmos colegas de sempre, as mesmas catequistas de sempre...mas não se viam, apenas se iam ouvir. E realmente foi mais fácil abordar-mos as mesma questões, as respostas foram fluindo com mais sinceridade, menos medo, mais confiança...mais uma vez o Quenedi me impressionou, falava como se não tivesse 12 anos, como se já tivesse passado por muito...passou por algumas coisas sim, mas a maturidade, o que dizia...eram valores, eram conversas tidas com uma mãe preocupada com a integridade e personalidade de um filho, assim como com mais 3 irmãos.


Ele diz-se poeta, e sabem qual o sonho dele? Escrever mais poemas para que as pessoas encontrem a harmonia e a paz que necessitam quando os lêem...


Qual o teu sonho Cátia? Sei lá, ser Feliz, ter a vida que os meus pais têm...disse eu...Vive os teus próprios sonhos...disse-me ele, duas vezes...caiu-me tudo.

" Meu desabafo é abafado
 pela som da ignorância,
O grito fica apenas ecoado
no desespero e intolerância.
Estão todos amaldiçoados
por não entenderem as diferenças.
Não estamos mais acorrentados,
 mas estamos aprisionados
e sem paciência,
em opiniões sem lógica.
Nossas peles escuras não aguentam mais
e gritam em nossa voz pedindo paz
diferenças raciais
Entre humanos falta amor
Eles julgam-te por opinião mal formada, pela cor.
Lutamos em paz sem vingança,
igualdade racial é a nossa esperança."
Por Quenedi Pires (12 anos)

"Amigo é aquele que o tempo não apaga,
que a distância não esquece
e que a maldade não destrói.
É alguém que tu sentes a teu lado
mesmo estando longe...
Que vem para o teu lado quando choras
e nunca nega um sentimento sincero...
É um sentimento que de longe ganha lugar
no teu coração e tu não substituis por nada...
Ser amigo não é coisa de um dia...
São actos e palavras que se solidificam no tempo
e não se apagam mais,
Que ficam para sempre como tudo que é feito com coração!"
Por Quenedi Pires (12 anos)


E não é que Ele nos está sempre a suspreender mesmo?!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

É com cada pergunta...

Isto de dar catequese a pré-adolescentes...(crianças maiores, jovens...como lhe queiram chamar, lol, porque ele fazem barulho como o "caraças"), está a demonstrar-se um desafio cansativo mas muito engraçado.

Então quando estamos muito concentrados a falar sobre um tema, que previamente preparámos em casa, estudámos, estruturámos até numa folha para não nos perdermos, não é que eles saem com perguntas dos mais variados temas...!!!

È vê-los distraídos, nós para ali a tentar ensinar algo, na nossa concentração e a jorrar palavras, quando um deles está entretido com uma simples página da bíblia  que tem uma figura, que por mais que ele tenta-se explicar eu não percebia e depois vi que era o presépio ... e me pergunta do nada: "Mas afinal porque se houve falar tanto de Jesus e Deus, e tão pouco de Maria e "este aqui"? ",
"Este aqui" era S. José... Após a explicação a esta pergunta, uma das rapariguitas vai e diz: "Mas a minha prof de história diz que não descendemos de Adão e Eva, mas sim dos australopitecos", vai uma pessoa fica a olhar (tipo, de onde saiu esta pg? eu nem estava a falar disto) e lá volto a esclarecer as dúvidas... quando dou por mim, estou a rir-me com as pg que se vão formando naquelas cabecinhas e expelidas pelas suas bocas, mas sempre a tentar esclarecer.

E esclarecer porque? Eu bem podia mandá-los calar, dizer que nem estávamos a falar daquilo, que não tinha tempo para lhes explicar, sei lá, mais uma infinidades de desculpas...mas não, tento sempre esclarecer aquelas cabecinhas, porque é o mais correcto a fazer, posso nem estar muito por dentro de algum tema, mas se assim é tb lhes digo que vou ver melhor e explico na catequese seguinte.

Muitos destes catequizandos sofrem de um problema muito comum... em casa não se fala de Deus, Jesus, da bíblia e afinal de tantos factos que fazem parte do nosso Povo Cristão, por isso há que responder ás mais variadas perguntas, mesmo que isso implique desviar-nos por completo do tema daquela catequese, e enveredar por outros caminhos, histórias, factos, assuntos...porque catequese é mesmo isto, ensinar e esclarecer... é para isso que ali estou...e espera-se um desafio enorme, mas construtivo.


Pronto deixo-vos com mais uma pg fantástica: " Mas porque é que eles tiveram que sair de casa para Jesus nascer num palheiro?..... Bem, tive que me rir...mas lá foi explicada tb...nada de deixá-los na dúvida e ignorância.



segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Parabéns!!!

Parabéns Sra. Doutora...lol...tinha que ser amiga.



Bem, a foto não é das melhores, mas é a que tenho...lol.
Tinha que te dar os parabéns de uma forma especial, porque sei que foi com muito esforço, trabalho, desilusões, aprendizagens, quedas e vitórias, que chegas-te ao fim desta etapa tão esperada. Conheço-te há pouco tempo amiga, mas sei que o percurso não tem sido fácil, mas com as pessoas que te amam, com a tua persistência, com a tua aprendizagem e com Ele...tens conseguido e vais conseguir muito mais.
Que a luz que segues, continue bem acesa no teu coração e na tua vida.

És uma menina:


sábado, 31 de outubro de 2009

Eu sou


" Eu sou
um poema inacabado
que ninguém nunca leu.
...
Eu sou
aquele rio que secou
antes de alcançar o mar.
...
Eu sou
o amor que alguém esperava
mas que nunca chegou.
...
Eu sou
metade do que desejava ser
mas posso ser
o dobro do que nunca esperei."




Quem sou eu? Pergunto-me tantas vezes ...

Tenho tantos sonhos, alguns, os anos levaram embora, outros deixei de acreditar, mas os mais importantes continuam á espera de ser realizados, são aqueles sonhos que fazem de mim quem sempre fui.
Sonho com a felicidade, mas em muitos momentos é a dor que me acompanha, a dúvida que persiste, porém, acredito que o sol voltará a brilhar, que me poderei entender, que poderei sentir-me e gritar bem alto...SOU FELIZ...EU SOU FELIZ!!!

MAS QUANDO? Quando perceber quem sou...

Sou jovem, mas existem dias em que a rotina paralisa os meus movimentos, a solidão paralisa o meu ser, sinto-me velha...
Tem dias em que acordo alegre e cheia de disposição, mas também fico melancólica e sem esperança; descubro a alegria em certos gestos, pequenos, mas também encontro a tristeza, então invento novos gestos, novas coisas, novas canções...mas também me perco no meio da dança, e paro...

Quero desenhar um arco-Íris, mas acabo por desenhar um céu nublado e sem esperança...conto piadas, mas também choro, tento esquecer o passado mas o futuro também me assusta. Por vezes sinto-me cheia de coragem para mudar, descobrir-me, andar...mas a cobardia, a desistência também me acompanha.

Procuro distribuir amor, da maneira que acho que devo, mas também o perco sem me aperceber.

Por vezes finjo ser um pássaro e saio a voar, mas também me magoo com as quedas, as dúvidas e medos não me deixam voar com segurança e confiança.

Eu procuro acreditar, eu quero acreditar em mim, na minha coragem, força, persistência, vida e amor...mas o desânimo mostra a sua força, eu quero continuar esta procura, mas ao mesmo tempo não me consigo explicar, nem entender-me.

Mas eu vou conseguir ...


P.S.: Obrigada amiga Cecília pelo selinho:




O meu blog ainda pode ser considerado um "bebé", mas agrdeço o selo na mesma, lol.
Passo este selo a todos os que passem por aqui, para comentar ou apenas ler por curiosidade, porque acredito que para cada um de vós, o vosso blog vos vícia...porque é vosso. E o que é nosso é NOSSO!!
lol

domingo, 25 de outubro de 2009

Sempre fui ver: FAME (II)

A lareira ontem lá acabou por ser acesa, mas a noite acabou por ser em casa a estudar calculo III...enfim... ninguem queria ir ao cinema comigo....muahhhhhhhhhhhhh....

Mas depois de uma noite mal dormida, ter acordado com"os pés de fora", ter decido que estudar novamente ás 10h era o que devia fazer...

.... Não....Não, hoje tinha reparado desde de manhã que era daqueles dias NÃO e ia ser uma merd.......

Pronto, voltei para a cama...lá me levantei a ouvir a minha mana a fazer o almoço e papei...mas continuava a ser dia "não"....e decidi que não conseguia estudar seja o que fosse....nada...voltei para a cama...

... pronto um dia em que tudo me vinha à cabeça e só coisas tristes, enfim, também há dias assim não? Quem não tem?

Então a minha mana lá  disse: vamos ver o FAMA. Tadita ela já tinha visto, mas foram comigo, claro que o meu "cunhado" foi ver um filme de merd.., segundo ele, mas nós lá fomos as duas ver o dito ... e pronto, afinal o dia tinha sido salvo...

Quem me conhece sabe que sou um bicho da toca para dançar, mas adoro ver, adoro o ritmo, adoro os movimentos...TUDO...é mesmo vergonha, pq é tão bom dançar...e o filme estava cheio de ritmo, dança, cor, precursão...havia alturas em que tive que me lembrar que estava num cinema a ver um filme e não num espetáculo para me poder abanar e bater palmas...


Esta foto pq?! Podia ter posto outra qualquer, mas não, esta parte do filme tirou-me o folego, dechou-me sem palavras e um sorriso parvo...bem...é assim que se faz caraças...

sábado, 24 de outubro de 2009

Eu sei que ... mas o que me apetecia mesmo era...

Eu sei que:

-  o tempo não está maravilhoso, que não está aquele sol lindo em que nos apetece sentar debaixo dele, fechar os olhos e deixar que ele nos aqueça o corpo e a alma;

- que não dá jeito nenhum ir até á praia e sentar na areia, sentir a brisa suave do mar na cara, porque o mais certo era sair de lá com o cu molhado e a cara toda salgada do sal que o vento transportava das ondas no mar;

- principalmente, eu sei que, tenho frequência na terça e tenho que atafulhar a estudar calculo III, pronto, para alguns deve ser o melhor programa do mundo para um fim de semana ( será que há gente que gostasse mesmo?), mas para mim não é .... não me apetece mesmo, pronto!!!

O que me apetecia mesmo:

- Era ir ao cinema, adoro e não vou já há algum tempo...ai não pg qual o ultimo que vi, porque com isto de calculo teria que fazer um esforço muito grande para me lembrar;

- Era pôr-me na "ronha na cama a ouvir a chuva a cair lá fora, sim bem lá fora;

- Ir comer um crepe cheio de gelado e frutas...sei lá a um sítio confortável;

- Acender a lareira e ler um livro até acabar ou me fartar;

- Acender a lareira e pôr-me a ver filmes;

- Acender a lareira e comer o tal crepe;

Pronto parece que acender a lareira está mesmo nos meus planos...mas não para me por fronte a ela a estudar o dito calculo...

Bem... NÃO ME APETECE ESTUDAR CALCULO ... QUERO A LAREIRA